terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Armas Assumidas de Francisco Canelas de Melo


Armas de Francisco Canelas de Melo
Esquartelado: I - IV - Melo: campo de vermelho, com uma cruz dupla de ouro com seis besantes de prata nos vãos, bordadura de ouro; II e III - Canelas: franchado; 1 e 4 - de prata, carregado com uma flor-de-lis de azul; 2 e 3 - de verde, com um escudete de prata com cinco verguetas de vermelho em pala; timbre de Melo.


Armas de Francisco Canelas de Melo
Cavaleiro da Real Ordem de São Miguel da Ala



sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Nuno Rodrigues Reis


Brasão de Armas Assumidas de
Nuno Rodrigues Reis

Campo de vermelho, cruz de prata, sobre-o-todo e em abismo a Cruz de Cristo, acompanhada em chefe à dextra de um leão de prata armado e lampassado de azul e à sinistra de uma flor-de-lis de prata; timbre: leão de prata armado e lampassado de azul com as armas do Reino de Portugal na espalda.
 Representação simples

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Armas da Santa Casa da Misericórdia de Portimão


Descrição Heráldica do Brasão de Armas da
Santa Casa da Misericórdia de Portimão:

Partido: I - campo de prata, com um calvário de verde em mantel carregado por um massacre humano de frente acompanhado em ponta por duas tíbias em aspa, tudo do primeiro esmalte; II - Armas do Reino de Portugal: campo de prata com cinco escudetes de azul postos em cruz carregados com cinco besantes de prata postos em aspa; bordadura de vermelho carregada com sete castelos de ouro abertos e iluminados de azul; timbre: Coroa Real com barretina de vermelho; listel com o mote em caracteres de negro: MISERICÓRDIA DE PORTIMÃO

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Marquês de Olhão e Conde de Castro Marim


Brasão de Armas do
1º Marquês de Olhão e 1º Conde de Castro Marim

Partido: I - Cunha (de Tábua); II - Melo; timbre de CUNHA; coronel de Marquês.


D. Francisco de Melo e Cunha de Mendonça e Meneses (1741 - 1821), Foi o 1º Conde de Castro Marim e 1º Marquês de Olhão. Governador do Reino do Algarve entre 1795 e 1808.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Brasão de Armas do Maestro Nuno Sequeira Rodrigues (iluminura)



Brasão de Armas do

Maestro Nuno Sequeira Rodrigues
(iluminura)


Esquartelado: I e IV - Rodrigues;
II e III - Sequeira; timbre de Rodrigues.


Lisonja de Armas da
Senhora D. Adelina Sequeira Rodrigues
(iluminura)

Partida: I - Rodrigues (do marido);
II - Sequeira (do pai)

Lisonja de Dona Isabel, Duquesa de Bragança

Lisonja de SAR Dona Isabel

Duquesa de Bragança


Partida: I - Reino de Portugal; II - Herédia; coroa Real; colar da Real Ordem da Rainha Santa Isabel.


quinta-feira, 30 de julho de 2015

Armas de Angelo Musa


Brasão de Armas de
Angelo Musa

De prata, com cinco flores-de-lis de azul postas em cruz; bordadura de vermelho carregada com sete aguietas de ouro; elmo de prata gradeado e tauxeado de ouro e forrado de vermelho; virol e paquifes de prata forrados de azul; timbre: águia de ouro aberta carregada de uma flor-de-liz de azul no peito; coronel de barão; colar da Ordem Imperial Constantiniana Militar de São Jorge.





sexta-feira, 10 de julho de 2015

Armas de Diogo Filipe Pinto Martins Severino


Brasão de Armas (assumidas) de
Diogo Filipe Pinto Martins Severino

Esquartelado: I - Corvo; II - Rodrigues; III - Correia; IV - Pinto; timbre de Corvo; diferença pessoal: brica de azul carregada com estrela de ouro de oito raios; elmo de prata a 3/4, tauxeado e gradeado de ouro e forrado de vermelho;virol e paquifes de prata forrados de negro; correias de vermelho perfiladas de ouro, fivela, tachões e ponteiras do mesmo.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Arnas dos Condes da Feira


Brasão de Armas do 1º Conde da Feira

Pleno de PEREIRA; timbre de Pereira e coronel de conde.


As Armas do segundo titular
(2º Conde da Feira)
Eng.º D. José Pedro da Silveira Cirne de Vasconcelos

Escudo esquartelado I - PEREIRA: de vermelho, cruz florida de prata vazia no campo; II – CIRNE: de azul, com um cisne de prata nadando sobre um rio de sua cor em ponta e acompanhado em chefe de sete estrelas de oito pontas de ouro; III –VASCONCELOS: de negro, três faixas veiradas de prata e vermelho; IV – ALMADA: de ouro, banda de azul carregada de duas cruzes floridas do campo e vazias da banda e estas acompanhadas de duas águias de vermelho, armadas e membradas de negro; Coronel de Conde; Timbre: os dos Pereiras que é uma cruz de vermelho, florida e vazia entre duas asas de ouro.

Diferença pessoal que ao Requerente compete por lhe vir o direito às armas por seu Pai e Avó paterna: meia-brica de ouro carregada com uma flor-de-lis de verde.

Alvará do Conselho de Nobreza de 5-II-1996

terça-feira, 23 de junho de 2015

Brasão de Armas de Rui M M Botto


Brasão de Armas (assumidas)
de Rui M. M. Botto

Esquartelado: I e IV - Bôto; II e III - Martins; timbre de BÔTO.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Nuno Sequeira Rodrigues


Brasão de Armas
(assumidas) de
Nuno Sequeira Rodrigues

Esquartelado: I e IV - Rodrigues; II e III - Sequeira; timbre de Sequeira

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Visconde da Barrosa


Visconde da Barrosa

Partido: I - Barbosa (com variações dos esmaltes): de ouro, com uma banda de vermelho, carregada com três crescentes de prata, acompanhada por dois leões de negro trepantes, armados e lampassados de vermelho, um em chefe e outro em ponta; II - Melo (com variações dos esmaltes): de vermelho com uma dobre-cruz (cruz de duplo transepto) de ouro, acompanhada de seis besantes de prata nos vãos; bordadura também de prata; Elmo de prata a 3/4 tauxeado de ouro e forrado de azul; virol e paquifes de ouro e vermelho; Timbre: águia de negro aberta, armada de ouro e gotejada de prata; coronel de Visconde; correias de vermelho perfiladas de ouro. Tachões de ouro. Foi o 1º Visconde da Barrosa, José Ribeiro Lima da Costa Azevedo.  Livri X, fl 117, Mercê Nova, Alvará de 19 de Junho de 1901 e Carta de 17 de Julho de 1901. Este título foi criado por D. Carlos I. (informação cedida por: Dr. José Aníbal Marinho Gomes).

terça-feira, 12 de maio de 2015

Augusto Alexandre Castro Lopes


Brasão de Armas de
Augusto Alexandre Castro Lopes

Partido: I - Pereira: de vermelho, com cruz florenciada de prata e vazia do campo; II - Castro: de ouro, com treze arruelas de azul; Timbre dos Pereiras; Diferença pessoal: trifório de ouro, por lhe virem as Armas por seu pai e avô paterno; elmo de prata tauxeado de ouro, posto a três quartos volvido à dextra e forrado de negro; correias de negro perfiladas de ouro, fivela, tachões e ponteiras do mesmo; paquifes e virol de azul e ouro e de vermelho e prata. (Certificado do INP de 22 de Janeiro de 2014).

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Fernando de Sá Monteiro


Brasão de Armas de
Fernando de Sá Monteiro

Esquartelado: I - Moreira; II - Carneiro; III - ; IV - Borges; diferença pessoal: brica de ouro carregada de uma trompa de negro; timbre de Moreira e coronel de nobreza. (segundo o antigo Conselho de Nobreza)

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Luís Manuel Rodrigues Gonçalves Rufo


Brasão de Armas de
Luís Manuel Rodrigues Gonçalves Rufo

Esquartelado: I e IV - Gonçalves (com diferença = 2 flores-de-lis de ouro); II e III - Rodrigues (com diferença = chefe de púrpura); Timbre: leopardo de púrpura com flor-de-lis de ouro na espalda; Colar de Cavaleiro do Templo.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

São Jorge


Armas de São Jorge
23 de Abril
Aqui presto homenagem ao Santo Padroeiro dos Escoteiros e da Cavalaria.

De Prata, com uma cruz firmada de vermelho, brocante uma espada abatida de prata guarnecida de ouro; timbre: dragão de verde sainte com espada atravessada em faixa; coronel castrense e colar (de fantasia) com peças das suas armas.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Simão Correia


Brasão de Armas de Simão Correia

«Armas de Simão Correia, no Convento de São Francisco, em Portimão
Armas de Simão Correia, fidalgo dos conselhos de D. Manuel e D. João III, alcaide-mor de Moura (1500) e de Castro Marim (1509), governador de Tânger (desde 1516), COC, enviado por vedor da infanta D. Brites (filha de D. Manuel) a Sabóia em 1521, onde foi feito conde de Lis pelo respectivo duque, e fundador do convento de Nossa Senhora da Esperança de Portimão, donde proveio esta pedra de armas, actualmente no Museu de Portimão. Leitura - escudo esquartelado: no 1.º e 4.º Pestanas, de Évora (esquartelado de Pestanas e Costas, estando estas mal representadas) (armas paternas); no 2.º e 3.º de Correias, de Aguiar (armas maternas). À volta do escudo a sua empresa pessoal: uma dobradiça ou engonço (cf. Miguel Maria Telles Moniz Côrte-Real, Fidalgos de Cota de Armas do Algarve, tese de mestrado 1999, pub. 2003, p. 594, fig. 51).»


sábado, 18 de abril de 2015

Visconde de Portadei


Brasão de Armas do Visconde de Portadei,
Don José María Montells Galán.


De ouro, povoado de corações de vernelho, brocante um cocotriz (galo dragonado, figura quimérica medieval) de verde, sustendo um escudete de vermelho matelado de prata, mantel encimado por uma flor-de-lis do mesmo e carregado com uma chama de azul em ponta; coronel de Visconde e timbre: cocotriz do escudo.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Miguel Ângelo (Bôto) de Jesus Patacas


Brasão de Armas de
Miguel Ângelo de Jesus Patacas.

Esquartelado: I e IV - Patacas (armas novas assumidas); II e III - Boto (por lhe virem do seu bisavô materno, do ramo dos "esgalhados"). Timbre: uma pataca (galinha d'Angola - numida meleagris). Pataca também era o nome da moeda macaense.


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Patacas


Patacas

Campo de negro, semeado de besantes de prata; timbre: uma galinha d'Angola (numida meleagris), também conhecida como pataca. Pataca também foi o nome dado à moeda macaense.

Instituto da Nobreza Portuguesa




sexta-feira, 10 de abril de 2015

Mário Damiense de Carvalho Toste


Brasão de Armas de Família de
Mário Damiense de Carvalho Toste:

Escudo Esquartelado: I e IV - MOTA: de verde, com cinco flores-de-lis de ouro; II e III - BOTELHO: de ouro, quatro bandas de vermelho; Timbre dos MOTAS: uma flor-de-lis de ouro entre duas plumas de verde e picadas de ouro; Diferença pessoal (por lhe virem as Armas por seu Pai e Avô Paterno): um besante de prata; Elmo de prata guarnecido de ouro, aberto, posto a três quartos, volvido à dextra e forrado de azul; Correia de azul perfilada e fivelada de ouro, com tachões e biqueira do mesmo; Paquife de vermelho e ouro, de verde e ouro, virol, os esmaltes do paquife.

Certificado do INP de 18 de Dezembro de 2014.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Gago Coutinho (Exercício Heráldico)


Armas de Gago Coutinho
(Exercício Heráldico)

Esquartelado: I e IV - Coutinho; II e III - Gago; Timbre de Coutinho. Colar de Santiago.


com listel



terça-feira, 7 de abril de 2015

Visconde de Várzea da Ourada (Albufeira)


Armas do Visconde de Várzea da Ourada

Esquartelado: I - Mendonça; II - Vieira; III - Matos; IV - Moreira, diferença pessoal: brica de vermelho com "I" de ouro; timbre de Mendonça e coronel de Visconde.

Foi 1º Visconde de Várzea da Ourada (Albufeira): António Pedro de Mendonça Côrte-Real, por Decreto Real de 10 de Abril de 1890, outorgado pro D. Carlos I. (Livro da Nobreza de Portugal e do Brasil, Vol. III, p.474).


segunda-feira, 6 de abril de 2015

Fernandes de Ataíde (Exercício Heráldico)



Armas de Fernandes de Ataíde
(Exercício Heráldico)

Esquartelado: I e IV - Ataíde; II e III - Fernandes
Timbre de Ataíde


Armas de Ataíde
(Plenas)

De azul, com quatro bandas de prata; timbre: leopardo rompante de azul, carregados das quatro bandas de prata.



quarta-feira, 1 de abril de 2015

BOTO


Brasão de Armas do Apelido BOTO

Franchado: I e IV - de ouro, carregado com uma cabeça de mouro fotado de prata; II e III - de vermelho, com uma torre de prata, lavrada, iluminada e aberta de negro; Timbre: uma torre de prata encimada por uma cabeça de mouro do escudo.

Homenagem ao primeiro dos BOTOS: Estevão Annes (Boto) que participou na Tomada de Ceuta, em Agosto de 1415, ao serviço de D. João I. Durante o cerco da Cidade de Ceuta, durante a noite, entrou intrepidamente por uma das torres da muralha e decapitou dois sentinelas. Desceu com as cabeças e mostrou-as aos seus camaradas de armas para provar o seu feito militar e perguntou: "E agora? Onde as boto?" Ganhou aí a alcunha de "Boto", (do verbo botar).

Comemora-se em 2015 os 600 Anos da Tomada de Ceuta.




Vieira da Silva (Exercício Heráldico)



Armas de Vieira da Silva
(Exercício Heráldico)

Esquartelado: I e IV - Silva; II e III - Vieira; timbre de Silva; colar da Ordem de Avis.




quinta-feira, 26 de março de 2015

Sacadura Cabral (exercício heráldico)

 Armas de Sacadura Cabral
(exercício heráldico)

Esquartelado: I e IV - Cabral; II e III - Sacadura; timbre de Cabral; colar de inspiração patriótica, pendente da Cruz de Cristo.